Rimas

Primeiro volume de poesias de João Penha, dividido em quatro partes, onde se manifestam as tendências ecléticas e formalistas que caracterizarão toda a obra poética do autor. A primeira parte, "Vinho e fel", representa numa sequência de sonetos a evolução do sentimento amoroso, desde a paixão inebriante até à deceção amarga, num processo de corrosão do idealismo amoroso romântico típico de João Penha. A segunda, "Violão noturno", reúne uma série de poemas, em diversos metros, dedicados a escritores amigos do autor, como Gonçalves Crespo, Guerra Junqueiro, Cândido de Figueiredo, Ramalho Ortigão e Antero de Quental. A terceira parte corresponde ao extenso poema "Onofre", paródia byroniana em oitavas decassilábicas. Por último, "Lira de Pangloss" abarca um conjunto de poemas que, em tom irónico ou jocoso, visam desmistificar o sofrimento por amor (veja-se, por exemplo, "Consolação").
Como referenciar: Rimas in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-04 10:08:14]. Disponível na Internet: