Rio Arade

Curso de água formado pela junção das águas dos rios Odelouca e Silves, que descem da serra do Caldeirão. É o rio algarvio de maior caudal, depois do Guadiana. O rio Arade alinha-se no contacto entre a serra xistenta e o barrocal calcário, na região de Silves. Desagua numa enseada do oceano Atlântico, entre as fortalezas de Santa Catarina e de S. João, distanciadas uma da outra pouco mais de 700 metros. Perto da foz ficam os centros populacionais de Portimão, na margem direita, e Ferragudo, na margem esquerda. É navegável até Silves, sendo também conhecido por rio de Silves e rio de Portimão.

O rio Arade, com os seus afluentes ribeira de Boina, ribeira de Odelouca e ribeira de Arade, constitui o mais importante curso de água do Barlavento Algarvio. Tem ainda um grande valor ambiental, com extensas zonas de sapal de interesse paisagístico e ecológico. A sua albufeira fornece água para a rega e fins industriais e a sua bacia hidrográfica tem uma superfície de 980 km2.
Como referenciar: Rio Arade in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 03:31:17]. Disponível na Internet: