Rio Ave

Rio que nasce na serra da Cabreira, a 1260 metros de altitude, e que desagua junto a Vila do Conde, no oceano Atlântico, após um percurso de 91 quilómetros. Desenvolve-se na direção geral este-oeste. A bacia do rio Ave é limitada, a norte, pela bacia hidrográfica do rio Cávado; a este, pela bacia do rio Douro; e a sul, pelas bacias dos rios Leça e Douro, ocupando uma área de cerca de 1400 Km2. O escoamento anual na foz do rio Ave é, em média, de 1249 hm3. Estima-se que a bacia hidrográfica do rio Ave apresente uma capacidade total de armazenamento de recursos hídricos na ordem dos 100 hm3, em regime regularizado. Os seus principais tributários são, na margem esquerda, o rio Vizela, que drena uma área de 342 km2, e, na margem direita, o rio Este, que drena uma área de 247 km2. As principais barragens do rio Ave são a de Guilhofrei (Ermal), com a capacidade útil de 21 hm3, e a das Andorinhas. Na foz, junto à parte sul de Vila do Conde, existe um porto que se estende desde a ponte da EN 13 até à barra. Aí, para além de instalações portuárias de pesca, há um estaleiro de reparação e construção de barcos de pesca. Na zona do estuário, o interesse e a riqueza biológicos são reduzidos devido às más condições físico-químicas e biológicas da água do rio, em consequência da elevada quantidade de efluentes urbanos e industriais, canalizados para o rio Ave.
Como referenciar: Rio Ave in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-19 17:56:31]. Disponível na Internet: