ritos de transição

Trata-se de rituais comunitários, ou seja, cerimónias grupais de carácter fundamentalmente religioso, organizados, normalmente, por especialistas, e que marcam a transição de um indivíduo de um status institucionalizado para outro.
Normalmente, estes ritos de transição eram praticados em sociedades tradicionais, organizadas em classes ou grupos etários. Nestes "ritos de passagem", praticados em festas e em cerimónias simbólicas, os indivíduos eram retirados da sua situação anterior, considerada menor, para, através de uma prova real ou simbólica, "nascerem" para um novo status, considerado superior.
Como referenciar: ritos de transição in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-27 12:26:18]. Disponível na Internet: