Robert Zemeckis

Realizador e produtor norte-americano, Robert Zemeckis nasceu a 14 de maio de 1952, na cidade norte-americana de Chicago. Depois de ter estudado cinema, aliou-se ao argumentista Bob Gale e ambos conheceram o jovem Steven Spielberg. Spielberg produzirá o primeiro filme de Zemeckis: I Wanna Hold Your Hand (1978), uma comédia ligeira sobre um grupo de adolescentes que tentam arranjar bilhetes para assistir à primeira aparição televisiva dos Beatles em solo americano. O filme passou despercebido mas Spielberg apostou no potencial do duo Zemeckis-Gale e convidou-os a elaborar o argumento do filme 1941 (1941, Ano Louco em Hollywood, 1979), que, no entanto, se viria a revelar num novo flop comercial. O filme seguinte de Zemeckis, Used Cars (Travões Avariados, Carros Estampados, 1980) com Kurt Russell também foi um fracasso de bilheteira. Contudo, o ator Michael Douglas gostou do seu trabalho e convidou-o para dirigir Romancing the Stone (Em Busca da Esmeralda Perdida, 1984), um misto de comédia e filme de aventuras, protagonizado pelo próprio Douglas, Kathleen Turner e Danny DeVito. O filme foi bem recebido pelo público e relançou a carreira de Zemeckis. Spielberg convidou-o para a sua produtora Amblin e entregou-lhe a realização de alguns projetos pessoais, o mais famoso dos quais foi a comédia Back to the Future (Regresso ao Futuro, 1985). O filme protagonizado por Michael J. Fox versa sobre as aventuras de Marty McFly e da sua relação com o inventor Doc Brown e as suas viagens no tempo. O filme, graças à versatilidade dos seus efeitos visuais, transformou-se num ícone dos anos 80 e mereceu mais duas sequelas assinadas pelo próprio Zemeckis. Assinou mais um grande sucesso de bilheteira com Who Framed Roger Rabbit? (Quem Tramou Roger Rabbit?, 1988), um dos primeiros filmes em que personagens animadas contracenam com atores de carne e osso. Assim, ao lado de Roger Rabbit, Jessica Rabbit, Bugs Bunny, Yosemite Sam, Rato Mickey e o Pato Donald estão atores como Bob Hoskins e Christopher Lloyd. Seguidamente, realizou Death Becomes Her (A Morte Fica-vos Tão Bem, 1992), uma comédia sobrenatural com Bruce Willis e Meryl Streep que não foi bem acolhida pela crítica. O seu filme de maior sucesso seria Forrest Gump (1994), uma comédia dramática sobre um retardado mental, interpretado magistralmente por Tom Hanks, que participa involuntariamente nos acontecimentos mais importantes dos Estados Unidos da América na segunda metade do século XX. O filme tornou-se extremamente popular e valeu a Zemeckis o Óscar de Melhor Realizador. Depois de um interregno de três anos, regressou com um filme de ficção científica: Contact (Contacto, 1997) em que Jodie Foster desempenha um papel de uma cientista que procura comprovar a existência de formas de vida extraterrestre. Voltou a dirigir Tom Hanks em Cast Away (O Náufrago, 2000) e aventura-se pela primeira vez nos domínios do thriller com What Lies Beneath (A Verdade Escondida, 2000) com Michelle Pfeiffer e Harrison Ford.
Como referenciar: Robert Zemeckis in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-21 17:56:17]. Disponível na Internet: