Rodrigo Leão

Compositor e músico português nascido em 1964. O início de carreira de Rodrigo Leão confunde-se com o começo das atividades de uma das mais importantes bandas da música moderna portuguesa, os Sétima Legião. Contudo, a criatividade das composições de Rodrigo não ficou cingida ao repertório dos Sétima Legião. O músico iniciou em 1985 um projeto paralelo, que cedo se transformou num dos mais singulares conjuntos no panorama musical luso, os Madredeus.
O trabalho inerente às composições e carreira dos dois agrupamentos pareceu, até certo ponto, não ser impedimento para a continuação de um alto nível qualitativo, quer na Sétima Legião, quer nos Madredeus. Em 1989, Rodrigo fez a primeira experiência de composição a solo, na banda sonora do filme Um passo, outro passo e depois... de Manuel Mozos. O tempo passou e a vontade de prosseguir com as realizações em forma singular continuou. Ave Mundi Luminar, de Rodrigo Leão e Vox Ensemble, vê a luz do dia em 1993. A música composta por Rodrigo visitou então sons clássicos, com abordagens modernas, acompanhados de letras cantadas em latim. O disco contou com as participações de nomes como Teresa Salgueiro e Nuno Guerreiro e teve edições em vários países.
O trabalho de Rodrigo na carreira a solo acabou por originar a saída dos Madredeus, em 1994. No ano seguinte, houve lugar a um novo lançamento, um EP intitulado Mysterium, que foi editado exclusivamente na Península Ibérica. As composições de Rodrigo sofreram então uma nova mutação e isso foi percetível em Theatrum, o segundo conjunto de originais. O registo refletiu ambientes mais soturnos e consideravelmente mais complexos que o anterior. Mais três anos foi o tempo necessário para a concretização de uma nova abordagem. Rodrigo juntou-se ao produtor Hemínio Monteiro e realizou Entre Nós e As Palavras. Alma Mater, editado em 2000, refletiu uma nova transformação nas composições do músico. A participação das vozes de Lula Pena e de Adriana Calcanhotto produziram sonoridades ainda mais singulares se comparadas aos trabalhos anteriores.
Em 2001, o músico editou o seu primeiro registo ao vivo, intitulado Pasión.

Como referenciar: Rodrigo Leão in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 08:13:24]. Disponível na Internet: