Rodrigo Santoro

Ator brasileiro, de seu nome verdadeiro Rodrigo Junqueira Reis dos Santos, nasceu a 22 de agosto de 1975 em Petrópolis, Rio de Janeiro. Filho de pai italiano, Rodrigo interessou-se cedo pela representação, quando fazia teatro de fantoches para a família. Frequentou a Universidade de Comunicação, ao mesmo tempo que se inscrevia na Oficina de Artes da Globo.
Começou a sua carreira na telenovela Pátria Minha, em 1994, a que se seguiu o papel de Serginho em Explode Coração. Em 1996, estreou-se no cinema, na curta-metragem Depois do Escuro, de Dirceu Lustosa. Voltou à televisão em O Amor Está no Ar (1997) e na mini-série Hilda Furacão (1998), já com o papel de protagonista, Léo.
Em 2001, entrou na telenovela Estrela-Guia e fez de Neto no filme Bicho de Sete Cabeças, de Laiz Bodanski, que obtevem um considerável sucesso. Mas foi o papel de Tonio, em Abril Despedaçado, de Walter Salles, que lhe trouxe fama internacional.
Em 2003, entrou na telenovela Mulheres Apaixonadas e, no cinema, em Carandiru, de Hector Babenco - filme passado na prisão brasileira de Carandiru, em São Paulo, onde um médico vai fazer campanha de prevenção contra a sida junto dos prisioneiros e passa a conhecer as suas histórias. Rodrigo interpreta Lady Di, um travesti. Ainda em 2003, deu o salto para Hollywood, participando em Charlie's Angels: Full Throttle (Charlie's Angels: Potência Máxima) e em Love Actually (O Amor Acontece), uma comédia romântica de Richard Curtis, ao lado de Colin Firth, Lúcia Moniz, Emma Thompson, Liam Neeson e Hugh Grant.
Como referenciar: Rodrigo Santoro in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-22 10:02:23]. Disponível na Internet: