Roger Bannister

Atleta e médico inglês, Roger Bannister nasceu a 23 de março de 1929, em Harrow, Middlesex. Desde a adolescência, destacou-se como atleta, o que não impediu que seguisse os estudos com sucesso. Aos 17 anos, entrou na Universidade de Oxford para estudar Medicina, mas dedicou todo o tempo livre aos treinos de corrida. Tornou-se um cotado corredor de meia-distância e destacou-se na prova de uma milha. Esta distância, até então, nunca tinha sido percorrida em menos de quatro minutos e até se dizia que tal cronometragem era impossível de ser alcançada por um ser humano. Este era o recorde mais apetecido de todos os atletas de meia-distância. Roger Bannister não era exceção e acreditava ser possível batê-lo. Assim, aproveitou os seus conhecimentos como físico para tentar atingir tal meta. Estudou os aspetos mecânicos da corrida e desenvolveu métodos de treino científicos que o ajudassem. Em 1954, Bannister já andava perto da mítica marca dos quatro minutos e enfrentava a forte concorrência do australiano John Landy. Acabou por ser nesse mesmo ano, a 6 de maio, que finalmente bateu a marca dos 4 minutos, ao percorrer uma milha em 3 minutos, 59 segundos e 4 décimos. A corrida teve lugar na pista de Iffley Road, na Universidade de Oxford, em condições adversas, já que soprava um vento forte que quase fez Bannister desistir da prova. No entanto, decidiu avançar, contando com a ajuda de duas "lebres" (corredores que se colocam na frente só para puxar determinado atleta).
Cerca de dois meses depois, na Finlândia, o seu rival John Landy acabou por conseguir fazer um tempo inferior: 3 minutos e 58 segundos. Os dois acabaram por marcar uma corrida para apurar quem era o melhor a fazer a milha. A prova decorreu em Toronto, no Canadá, em agosto de 1954, e Bannister venceu, mas com a particularidade de ambos terem conseguido fazer a distância em menos de quatro minutos.
Poucas semanas depois, Bannister conquistou a medalha de ouro dos 1500 metros nos Campeonatos da Europa de Atletismo. Em dezembro desse mesmo ano, Roger Bannister retirou-se da competição para se dedicar por inteiro à medicina, na área da neurologia.
Em 1955, publicou uma autobiografia intitulada A Milha de Quatro Minutos e foi eleito o atleta do ano pela revista norte-americana de desporto Sports Ilustrated.
Entretanto, continuou a correr apenas para manter a forma, até que em 1975 partiu um tornozelo num acidente de automóvel e teve de parar. Nesse mesmo ano, foi ordenado cavaleiro em Inglaterra.
Como referenciar: Roger Bannister in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 14:45:12]. Disponível na Internet: