Rua Sésamo

Série televisiva infantil da RTP realizada por Manuel Varela, estreou a 6 de novembro de 1989 com o objetivo de preencher uma lacuna existente na área infantil na qual o Abre-te Sésamo foi o precursor em 1976.
Baseada na famosa série infantil norte-americana Sesame Street, que estreou nos Estados Unidos em 1969, a RTP adquiriu os direitos para a adaptar a Portugal, depois de 50 outras estações de televisão no mundo o terem feito.
Em Portugal, nos estúdios da RTP, a aposta foi forte e o projeto liderado por Manuel Petróneo e Clara Alvarez foi pensado ao mínimo pormenor, desde o argumento, os locutores e os compositores até à construção em estúdio de uma rua com casas e lojas, a Rua Sésamo. Aí moravam algumas pessoas interpretadas por atores como Alexandra Lencastre (a Guiomar); Vítor Norte, Fernando Gomes e Fernanda Montemor.
O programa tinha o apoio de pedagogos para definir as fronteiras do que deveria ser ensinado às crianças. Através de várias atividades engraçadas e pedagógicas, pretendia-se ensinar as matérias mais básicas da escola de uma forma divertida e apelativa para as crianças. Ao mesmo tempo, existiam rubricas sobre os usos e costumes dos portugueses e muita música. Para isso, contavam com a ajuda do grande pássaro Poupas e de personagens já conhecidas do tempo do programa Abre-te Sésamo, como era o caso do Egas, do Becas e do Monstro das Bolachas, e outras personagens novas como o Ferrão e o Guálter. Todos estes bonecos se tornaram os "amigos" de uma geração que gostava de poder viver na Rua Sésamo.
O programa publicava uma revista e o "merchandising" vendia-se muito bem.
Houve mais duas temporadas da Rua Sésamo, uma realizada por Rui Nunes e outra por Rui Nunes e Fernanda Cabral. Mais tarde, a série terminou por existirem alguns desentendimentos entre argumentistas e pedagogos.
Como referenciar: Porto Editora – Rua Sésamo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-25 22:05:31]. Disponível em