Rui Mendes

Ator português nascido a 19 de junho de 1937. Neto do ator Henrique de Albuquerque, matriculou-se no Conservatório Nacional em 1955. No ano seguinte, estreou-se no Teatro da Trindade, integrando os quadros no Grupo de Teatro do Gerifalto com a peça A Ilha do Tesouro (1956). Em 1961, abandonou o curso superior de Arquitetura e abraçou o serviço militar, não sem antes aceitar desempenhar pequenos papéis nos filmes Raça (1961) e Dom Roberto (1962), que marcaram a sua estreia cinematográfica. Em 1965, foi convidado pelo empresário Vasco Morgado para integrar a sua empresa teatral. Juntamente com Irene Cruz e Morais e Castro, fundou em 1966 o Grupo 4, um dos embriões do teatro independente português. Foi um dos encenadores mais conceituados do panorama nacional, assinando peças como Três Irmãs (1988) de Tchekov no Teatro da Cornucópia e Sonho Duma Noite de verão (1991) de Shakespeare no Teatro da Malaposta. No cinema, deixou o seu cunho em filmes como A Caçada do Malhadeiro (1969), Francisca (1981) e Os Abismos da Meia-Noite (1983). Televisivamente, protagonizou séries como Duarte e Companhia (1985-89) e telenovelas como Chuva na Areia (1984), Ajuste de Contas (2000) e O Olhar da Serpente (2002).
Como referenciar: Rui Mendes in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-15 09:01:51]. Disponível na Internet: