Run DMC

Em 1982, Joseph Simmons (n. 1964-11-14, Queens, Nova Iorque, EUA) e Darryl McDaniels (n. 1964-05-31, Queens, Nova Iorque, EUA) formaram um duo rap, adotando respetivamente as designações de Run e D.M.C. No final do ano o duo integrou o seu amigo, Jason Mizell (n. 1965-01-21, Queens, Nova Iorque, EUA), para a função de disc jockey. Mizell adotou o nome de Jam Master Jay.
Em 1983 surgiu o primeiro single do grupo, "It's Like That" / "Sucker M.C.'s", cuja batida forte e vocalizações ousadas dos membros da banda, sobrepondo-se umas às outras, constituiu autêntica revolução no panorama rap. Através deste som inovador, o Run DMC fazia a ligação entre a geração antiga do rap, da qual fizeram parte os Grandmaster Flash, e a era moderna. Sucederam-se outros singles: "Hard Times" / "Jam Master Jay", "Rock Box" e "30 Days". Editaram o álbum de estreia, Run-D.M.C., em 1984. No ano seguinte, surgiu King of Rock, que consolidaria os Run DMC como o grupo rap mais popular e influente nos Estados Unidos. Ao mesmo tempo, este trabalho marcava a intenção de quebrar as barreiras entre o rap e o rock, como está patente nos êxitos "King of Rock", "You Talk Too Much" e "Can You Rock It Like This". Ainda em 1985 surgiram no filme rap Krush Groove.
Precedido do single "My Adidas", foi editado, em 1986, o terceiro álbum da banda, Raising Hell, que incluiu o seu maior sucesso de sempre: "Walk This Way", gravado com Steven Tyler e Joe Perry dos Aerosmith. O álbum Raising Hell tornou-se no primeiro álbum rap a atingir a marca de disco de platina e os Run DMC o primeiro grupo da especialidade a merecer destaque na estação televisiva MTV. Para além de "Walk This Way", este trabalho gerou os singles "You Be Illin?" e "It's Tricky".
Até ao final da década, os restantes álbuns do grupo - Tougher Than Leather (1987) e Back From Hell (1989) - não atingiram o mesmo êxito. Daniels envolveu-se em problemas com o álcool e Simmons foi acusado de crime de violação. Após ultrapassarem estas dificuldades (a queixa contra Simmons foi retirada), os dois rappers decidiram proclamar a sua conversão à religião no álbum de 1993, Down with the King. Após um longo hiato de oito anos, o grupo regressou em 2001 com Crown Royal, no qual colaboraram uma série de artistas que cresceram a ouvir Run DMC, tais como Fred Durst (Limp Bizkit), Kid Rock, Everlast, e Sugar Ray, entre outros. O álbum não teve vendas significativas mas serviu de pretexto a uma atuação conjunta com os Aerosmith e Kid Rock, na estação televisiva MTV. Em 2002, partiram para uma digressão com os Aerosmith. Umas semanas após o termo desta digressão, Jam Master Jay foi assassinado num estúdio, em Queens. Era o fim dos Run DMC e de um dos mais promissores DJs do hip-hop, acrescentando o seu nome à lista negra de violência que marcou este género musical desde o final dos anos oitenta.
Como referenciar: Run DMC in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 08:05:40]. Disponível na Internet: