S. Félix I

Papa italiano, sucessor de São Dionísio, este bispo de Roma era filho de Constâncio. Reinou de 3 de janeiro de 269 a dezembro de 274.
Anuiu à sentença do sínodo de Antioquia, que condenava como herege o bispo Paulo de Samósata (localidade da Cilícia), acusado de ser partidário do Adocionismo (doutrina que defendia a adoção de Cristo, homem comum, por Deus Pai), tendo inclusivamente pedido ao imperador Aureliano que forçasse o herege Paulo a sair da sua sede episcopal para ceder o lugar ao bispo Domno. Esta importante ocorrência demonstra o poder que era já então reconhecido ao papa, inclusivamente pelo imperador, apesar de o Cristianismo não ser ainda oficial e estar sujeito a perseguições periódicas.
Foi ainda enviada, a este sínodo, uma carta de resposta à notícia da sentença aplicada ao bispo Paulo, onde Félix explicitava claramente a doutrina da Santíssima Trindade. Esta carta revestiu-se de uma grande importância no Concílio de Éfeso - realizado entre os dias 22 de junho e 31 de julho de 431 - uma vez que nele se condenou o Nestorianismo e se afirmou a unidade divina da Santíssima Trindade. Também foi condenado o Maniqueísmo, doutrina herética que não acreditava na essência divina de Jesus Cristo, considerando válidos apenas os princípios do Bem e do Mal.
Félix I iniciou o costume de rezar missa sobre os sepulcros dos mártires (que se encontravam nas criptas das catacumbas), missas que já se rezavam anteriormente (desde o século III) mas apenas no aniversário do enterro dos mártires. Também principiou o uso de colocar as relíquias dos mártires debaixo do altar, sempre que possível. Este ato procedeu provavelmente da assimilação da ideia das sepulturas dos mártires, nas catacumbas, que se encontrava por debaixo das basílicas onde se celebravam os Sagrados Mistérios.
A sua sepultura foi descoberta nas catacumbas de São Calisto (Via Ápia), em Roma.
Como referenciar: S. Félix I in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-20 05:20:22]. Disponível na Internet: