Sabinada

A Sabinada foi um movimento republicano que decorreu de 1837 a 1838, na cidade de Salvador, no Estado da Baía. O nome deve-o ao seu líder, o médico Francisco Sabino Álvares da Rocha Vieira. O movimento espelhou o descontentamento de uma classe média, contra a Corte do Rio de Janeiro, que ignorava as necessidades da Província e que exigia sacrifícios cada vez mais pesados.
A situação tornou-se explosiva quando o chefe do movimento farroupilha, Bento Gonçalves fugiu da prisão e se colocou ao lado dos líderes do movimento, Francisco Sabino Vieira e João Carneiro da Silva Rego. A 7 de novembro, com a adesão de algumas guarnições militares, conseguem controlar a cidade durante quatro meses. Pretendiam instaurar um regime republicano provisório até à maioridade de D. Pedro de Alcântara. Contudo, a falta de adesão das elites e das camadas populares deixaram o movimento isolado, condenando a Sabinada ao fracasso.
A 15 de março de 1838, as tropas da Regência chegaram para sufocar o movimento que acabou por cair perante um bloqueio terrestre e marítimo à cidade do Salvador. As repressões foram exemplares, condenando uns à morte e outros como Francisco Sabino Vieira ao exílio.
Como referenciar: Sabinada in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-18 12:21:43]. Disponível na Internet: