Sandra Bullock

Atriz norte-americana, Sandra Arnette Bullock nasceu a 26 de julho de 1964, na pequena cidade norte-americana de Arlington, filha de uma cantora de ópera alemã e de um professor de Dicção. Começa a sua carreira em sitcoms e telefilmes. O seu primeiro papel relevante no cinema foi no filme The Vanishing (Desaparecida, 1993) ao lado de Jeff Bridges. Em seguida, teve um papel secundário no filme de ação Demolition Man (O Homem Demolidor, 1993) onde contracenou com Sylvester Stallone e Wesley Snipes. Contudo, o papel que a conduziu ao estrelato foi o de Annie Porter em Speed (Perigo a Alta Velocidade, 1994), um filme de ação onde fez par romântico com Keanu Reaves. A sua frenética interpretação repetir-se-ia em The Net (A Rede, 1995) com o papel de um génio da informática que se vê apanhada numa rede mundial de terrorismo. Nesse mesmo ano, protagonizou uma comédia romântica While You Were Sleeping (Enquanto Dormias, 1995) ao lado de Bill Pullman. Posteriormente, seguiu-se A Time to Kill (Tempo de Matar, 1996), um drama judicial sobre um pai de família negro que mata os violadores da sua filha menor. Bullock, no papel de jovem advogada, encabeçou um elenco de luxo que englobava Matthew McConaughey, Kevin Spacey, Samuel L. Jackson, Donald Sutherland e Brenda Fricker. Querendo repetir o sucesso anterior, Bullock aceitou, em seguida, protagonizar a sequela de Speed 2: Cruise Control (Speed 2, 1997). O filme entrou em flecha para a lista dos piores filmes de sempre e foi um rotundo fracasso de bilheteira, tal como o filme seguinte de Bullock, In Love and War (Tempo de Amor e Guerra, 1997), um drama situado na Primeira Guerra Mundial, realizado por Richard Attenborough. Abalada pelas críticas negativas, tornou-se mais seletiva na escolha dos seus papéis. Aceitou emprestar a voz para o mega-sucesso da animação The Prince of Egypt (O Príncipe do Egito, 1998) e reencontrou-se com o êxito, interpretando uma jovem detetive tosca que é sujeita a um tratamento de beleza para participar infiltrada num concurso de beleza na comédia Miss Congeniality (Miss Detetive, 2000). Voltou em força às comédias românticas com Two Weeks Notice (Amor Sem Aviso, 2002), ao lado de Hugh Grant, e protagonizou The Divine Secrets of the Ya-Ya Sisterhood (Os Divinos Segredos da Irmandade Ya-Ya, 2002), mas, em 2004, desempenharia um importante papel em Crash (Colisão), um drama de Paul Haggis que mostra a (in)tolerância racial nos EUA contemporâneos.
Em 2009, Sandra Bullock interpretou o papel de Leigh Anne Tuohy no filme The Blind Side (Um sonho possível, 2009) de John Lee Hancock. A sua representação valeu-lhe o Óscar de melhor Atriz Principal.

Como referenciar: Sandra Bullock in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-23 17:49:04]. Disponível na Internet: