Sega

A empresa resulta da fusão de duas companhias japonesas, fundadas por americanos: a Rosen Enterprises, Lda., que importava cabinas de fotografias instantâneas e máquinas de jogos de vídeo ativadas por moedas, fundada em 1951 por David Rosen; e a Service Games Company, fundada no mesmo ano por Raymond Lemaire e Richard Stewart, que começou por importar jukeboxes e slot machines para bases militares americanas no Japão, e passou a dedicar-se ao fabrico de jogos ativados por moedas.
Em 1965 as companhias fundiram-se formando a Sega Enterprises, nome derivado das palavras service e games.
Lançou então um jogo chamado "Periscope", que alcançou um tal êxito no Japão que a empresa decidiu exportá-lo para a Europa e para os Estados Unidos da América.
Em 1969 a Gulf & Western Industries adquiriu a Sega e incrementou os investimentos da empresa no campo dos jogos de vídeo.
Com o "boom" da indústria dos jogos de vídeo, nos finais da década de 70, a Sega aumentou as suas vendas de 37 milhões de dólares em 1978 para 215 milhões em 1982.
Mas a tendência do mercado rapidamente se alterou e, em 1983, as receitas da empresa entraram em queda. Nesse mesmo ano, a Gulf & Western vendeu a Sega à Bally Manufacturing Company, mas, apenas um ano depois, David Rosen e um grupo de investidores japonês readquiriram a empresa.
Em 1986 a Sega estabeleceu a Sega of America, Inc., em Redwood City, California, com o objetivo de vender jogos nos Estados Unidos da América.
Por esta altura, uma outra companhia concorrente, a japonesa Nintendo Co., conquistava de novo adeptos dos jogos de vídeo domésticos, com o seu sistema de entretenimento de 8 bits; a Nintendo dominou o mercado até 1989, altura em que a Sega lançou o seu sistema "Genesis", com 16 bits e gráficos superiores. Para o sucesso, contribuiu também a personagem "Sonic the Edgehog", um porco-espinho azul representado em diversos jogos da companhia.
Em 1991 a Sega lançou a Game Gear, um sistema portátil de jogos, com um pequeno ecrã a cores, e em 1994 abriu o seu primeiro parque temático no Japão, o "Joypolis", explorando tecnologias de realidade virtual.
Em 1995 a empresa lançou a consola de jogos a 32 bits Sega Saturn, que incorporava um leitor de CD's e gráficos melhorados. Neste campo a Sega deparou-se com a concorrência da PlayStation, fabricada pela Sony Corporation e, a partir de 1996, da Nintendo 64, um sistema a 64 bits fabricado pela Nintendo.
Ainda em 1995 a Sega uniu-se às empresas Tele-communications, Inc. e Time Warner, para lançar o canal Sega, um canal de televisão por cabo interativo que permitia aos subscritores fazer o download de jogos mediante o recurso a um adaptador especial.
Este foi também o ano em que a companhia introduziu no mercado os seus primeiros jogos para computadores pessoais, dada a crescente importância por estes adquiriam no mercado doméstico de jogos de vídeo.
No ano seguinte, em 1996, a Sega apresentou ao público um modem que permitia aos possuidores de uma Sega Saturn ligar à Internet através de uma televisão e jogar com outros utilizadores através de uma rede.
A 9 de setembro de 1999 é lançada a Dreamcast, uma consola de 128 bits equipada com um modem que permitia o acesso à Internet e jogos online.
Em 2001, não conseguindo fazer face à concorrência de outras consolas que então surgiam no mercado, a Sega anunciou o fim do fabrico da Dreamcast, e com ele a sua retirada em definitivo do ramo de fabrico de hardware para videojogos.
Dedica-se desde então ao desenvolvimento de software para máquinas de jogo do tipo arcade e para as principais consolas existentes, como as PlayStation da Sony e as Xbox da Microsoft.
Como referenciar: Sega in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-21 02:37:21]. Disponível na Internet: