segunda lei da termodinâmica

A direção em que um processo se pode realizar é o tema da segunda lei da termodinâmica, que pode ser exposta de várias maneiras. Em 1850, o físico alemão Rudolf Julius Clausius (1822-1888) expôs a lei de duas formas distintas: "o calor não pode ser transferido de um corpo a uma temperatura mais elevada sem que se produza um outro efeito" e "a entropia de um sistema fechado aumenta no tempo". Estas afirmações introduzem os conceitos termodinâmicos de temperatura (T) e de entropia (S), sendo ambos parâmetros que determinam a direção que um processo irreversível pode ter. A temperatura de um corpo ou sistema determina se o calor será absorvido ou libertado por este. A sua entropia é uma medida da eficiência da sua energia de realizar trabalho. Assim, T e S determinam a relação entre calor (Q) e trabalho (W) expressos na primeira lei. Esta relação é geralmente expressa, apresentando a segunda lei na forma: ΔU = TΔS-W, sendo ΔU a variação da energia interna.
A segunda lei encontra-se relacionada com alterações na entropia (ΔS).
Como referenciar: segunda lei da termodinâmica in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-10 00:34:57]. Disponível na Internet: