segurança elétrica

A segurança elétrica compreende as medidas tomadas para a proteção dos seres humanos em relação aos choques elétricos e aos incêndios produzidos por curto-circuitos (geralmente causados pelo sobreaquecimento de cabos elétricos ou por anomalias nas ligações elétricas).
Estas regras são de importância fundamental nos projetos de dispositivos elétricos. Estas medidas de segurança incluem: o apetrechamento de tomadas terra ou de fusíveis (que protegem um dispositivo ou um circuito elétrico de uma sobrecarga); o isolamento dos cabos elétricos; o duplo isolamento de dispositivos elétricos portáteis; a utilização de dispositivos de corrente de refluxo, que cortam todas as correntes existentes, se houver um desequilíbrio entre as que passam nos cabos elétricos ligados a um aparelho (causado, por exemplo, pela condução de uma corrente elétrica através de um ser humano).
Os efeitos produzidos por um choque elétrico num ser humano variam entre uma sensação de formigueiro e uma paralisia temporária ou mesmo a morte, dependendo da intensidade da corrente elétrica que passa pelo corpo e do local por ela atingido. A morte é normalmente causada pela afeção do cérebro e do coração.

Como referenciar: segurança elétrica in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-26 22:37:41]. Disponível na Internet: