serpente-cascavel

Animal do filo dos cordados, da classe dos répteis, da ordem dos escamosos e da família dos Viperídeos constituída por cerca de cem espécies. A família abrange as víboras e as cascavéis do género Crotalus e Sistrurus, cuja pele na extremidade da cauda se modificou numa série de segmentos córneos que ao vibrarem produzem um sinal de aviso. Todas as cascaveis possuem fossetas termo-sensitivas, colocadas atrás das narinas o que lhes permite no estado adulto alimentar-se de animais de sangue quente principalmente roedores, coelhos e esquilos-terrícolas.
Durante a fase jovem, a serpente-cascavel alimenta-se de animais de sangue frio, principalmente lagartos, rãs e sapos. A cascavel-diamantina (Crotalus adamanteus) possui uma cabeça grande e olhos pequenos providos de uma pupila vertical e escudos supraciliares em relevo. O corpo é muito volumoso e tem a parte superior revestida por escamas carenadas. A cauda é bastante curta e apresenta na extremidade um orgão denominado cascavel, constituído por uma série de anéis córneos articulados entre si. Cada peça do crótalo ou cascavel é formada pela última porção caudal de pele conservada nas sucessivas mudas. De acordo com esta norma o número de peças deveria ser igual ao número de aros, no entanto perdem-se sempre algumas. A parte superior do corpo da cascavel-diamantina é de cor cinzento-esverdeada ou parda. Apresenta uma série de manchas grandes romboedrais escuras rodeadas de um tom claro ao longo da linha vertebral do tronco. As cascaveis encontram-se principalmente no Oeste Americano. O acasalamento ocorre depois do despertar do seu sono de inverno, após simulados combates entre os machos. O clima e a alimentação influenciam muito a reprodução, de tal modo que a mesma espécie tem uma ninhada por ano no Sul dos Estados Unidos da América, enquanto no norte dos Estados Unidos têm de passar dois anos antes de darem à luz.
As serpentes-cascavel são ovovivíparas originando em cada parição de seis a vinte e uma crias. Em adulto a serpente-cascavel pode atingir um comprimento compreendido entre os noventa e duzentos e quarenta centímetros.
São exemplo de espécies de serpentes-cascavel a Crotalus cerastes, denominada serpente-cascavel-de-chifres, e a serpente cascavel-de-bandas, Crotalus horeidus.
Como referenciar: serpente-cascavel in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-22 00:01:15]. Disponível na Internet: