Severa

Fadista portuguesa, nascida em 1820, em Lisboa, e falecida em 1846, Maria Severa Onofriana é um dos grandes mitos fadistas da nossa história. Originária de um meio pitoresco frequentado por fidalgos, políticos e artistas, Severa constituiu-se como figura de proa no mundo fadista e boémio do seu tempo.
Cantora de inegável talento, destacou-se ainda pela sua beleza física, características que inspiraram vários poetas e escritores que a ela consagraram as suas composições e obras. Na sua curta existência ficou famoso o romance com o Conde de Vimioso.
Em 1901, Júlio Dantas publicou o romance A Severa, que o mesmo autor levou ao teatro numa peça com o mesmo nome. Em 1931, a peça foi adaptada ao cinema por Leitão de Barros, naquele que foi o primeiro filme sonoro português.
Como referenciar: Severa in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-18 15:27:40]. Disponível na Internet: