Severino

Papa italiano, de naturalidade romana, era filho de Avieno e foi eleito em outubro de 638, chegando o reconhecimento do imperador somente a 28 de maio de 640. Este reconhecimento tardou porque o imperador Heráclio queria que o novo bispo de Roma aceitasse a ortodoxia do monotelismo (doutrina que preconizava a existência de duas energias - a divina e a humana - na pessoa de Cristo, expressa num documento conhecido como Ekhtesis. Vd. Honório I), exercendo sobre Severino sérias medidas de coação. Este acabou por não tomar qualquer decisão, tendo morrido durante estes acontecimentos.
Em maio de 640 foi também saqueado o tesouro do papa, para pagar à milícia romana e financiar as guerras do imperador do Oriente, Heráclio.
Como referenciar: Severino in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-06 19:15:52]. Disponível na Internet: