Sheryl Crow

Cantora e compositora norte-americana, Sheryl Crow, nascida a 11 de fevereiro de 1962, em Kennett, no Missouri, é um dos nomes mais marcantes da música rock dos anos 90. As raízes da sua carreira remontam à infância, período em que aprendeu piano e começou a compor as suas primeiras canções. A Universidade do Estado do Missouri marcou a sua evolução em termos musicais com os cursos de composição, interpretação vocal e ensino de música. No início dos anos 80, deu aulas de música numa escola para crianças com necessidades especiais.
A transição para o circuito profissional deu-se com a oportunidade de fazer coros na digressão mundial de Michael Jackson para promover o álbum Bad, entre 1987 e 1989. Seguiram-se um conjunto de colaborações com artistas como Eric Clapton, Bob Dylan, Stevie Wonder, Don Henley, Rod Stewart, Joe Cocker ou Sinead O'Connor, entre outros.
Sheryl Crow conta três álbuns na sua já sólida carreira: Tuesday Night Music Club (1993), Sheryl Crow (1996) e The Globe Sessions (1998).
O álbum de estreia, apresentado uma sonoridade rock-blues, começou por não atingir os objetivos pretendidos em termos comerciais. Só com a edição do single All I Wanna Do, um dos maiores sucessos de 1994, as vendas do álbum dispararam para números que, em 1997, se cifravam em mais de sete milhões de cópias vendidas apenas nos Estados Unidos. Outros êxitos incluíram "Run Baby Run", "Strong Enough" e "Leaving Las Vegas". O ano de 1995 trouxe-lhe ainda três prémios Grammy, incluindo o de Revelação do Ano.
Antecedido de uma extensa digressão, que incluiu a prestação no concerto Woodstock II e atuações com outros artistas como Mick Jagger ou Joe Cocker, seguiu-se, em 1996, o álbum homónimo. Este segundo trabalho originou êxitos como "If It Makes You Happy", "Maybe Angels" e "Everyday Is A Winding Road".
Em 1997, colaborou na banda sonora de mais uma aventura do agente 007, Tomorrow Never Dies, com o tema do mesmo nome.
O terceiro trabalho, The Globe Sessions, marcou o seu regresso em 1998, com o tema "My Favorite Mistake" a dominar as estações de rádio. Este álbum ganhou um Grammy para o Melhor Álbum.
O ano de 2002 definiu o lançamento de C'mon C'mon. Os singles "Soak Up The Sun" e "Steve McQueen" atingiram posições de relevo nas tabelas de vendas, puxando o álbum para um bom registo comercial.
No ano seguinte, dois lançamentos: Sheryl Crow Live At Budokan, guardando uma atuação no Oriente, e a compilação Very Best Of Sheryl Crow, reunindo os seus principais êxitos e uma versão de "The First Cut Is The Deepest", de Cat Stevens.
Como referenciar: Porto Editora – Sheryl Crow na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-05 18:08:10]. Disponível em