Siger de Brabante

Mestre de Artes na Universidade de Paris, não se sabe ao certo a data do seu nascimento, mas aponta-se como datas prováveis 1235 ou 1240. Faleceu em 1284, assassinado pelo seu secretário, aquando de um ataque de demência. Foi um dos defensores do averroísmo e um dos opositores a São Tomás de Aquino, vendo as suas doutrinas condenadas em 1277 e sendo obrigado a abandonar o ensino.
Do mesmo modo que já havia sido atribuída, erradamente, a Averróis a doutrina da dupla verdade, também a Siger se acusou de a defender. É certo que ele distingue claramente entre razão e fé, mas no sentido de que uma não interfere com a outra. É, portanto, uma falsa acusação a de afirmar que a razão se sobrepõe à verdade revelada da fé, pois cada uma tem o seu domínio próprio.
Como referenciar: Siger de Brabante in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-25 21:10:08]. Disponível na Internet: