Silvestre III

Antipapa italiano, foi colocado na Sé Romana pela família Crescêncio, a 20 de janeiro de 1045. Esta família tinha causado uma revolta no ano anterior, sublevação esta que obrigou o papa Bento IX a fugir de Roma.
Silvestre III era antes destes acontecimentos bispo de Sabina e chamava-se João.
Contudo, foi destituído a 10 de março de 1045, com o regresso de Bento IX, e retornou ao cargo de bispo de Sabina.
O rei Henrique III presidiu, no ano de 1046, um sínodo que se realizou em Sutri, onde se condenou Silvestre III à clausura num mosteiro, despojado de todas as suas ordens. Sabe-se no entanto que ainda desempenhou o ofício episcopal durante bastante tempo.
Como referenciar: Silvestre III in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 08:52:54]. Disponível na Internet: