Singapura (cidade)

Aspetos Geográficos
Cidade-estado situada no Sudeste asiático, correspondendo também a uma ilha localizada a sul da península malaia. Possui um importante porto internacional situado a sul do estreito de Malaca. Tem um clima tropical húmido sem estações bem definidas. Possui cerca de 4 500 000 habitantes (2006).
História e Monumentos
A cidade fez parte do império mercantil de Sumatra no século XIII. Foi destruída pelos javaneses em 1376 e estava aos poucos a ser invadida pela selva quando, em 1819, Sir Stanford Raffles, da Companhia das Índias Orientais Britânicas, a arrendou ao sultão de Jahar. Sob o domínio britânico, atraiu rapidamente mercadores chineses e malaios e, aos poucos, tornou-se um dos mais importantes portos exportadores de estanho e borracha do mundo. À medida que se desenvolveu, aumentou a sua população imigrante chinesa, que trabalhava no porto e fazia a ligação entre as empresas europeias e as comunidades orientais. Durante a Segunda Guerra Mundial, foi ocupada pelos japoneses. Em 1945, regressou ao domínio britânico e, em 1959, Singapura obteve autonomia governativa. Em 1963, foi integrada na Federação da Malásia. Dois anos mais tarde, tornou-se uma república independente. Entre os seus principais monumentos, destacam-se o Edifício da Imperatriz (construído em 1827) e ainda as casas pretas e brancas, sinal do passado colonial da cidade.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
A Rua Orchard é o coração da zona comercial e turística da cidade, com enormes hotéis e centros comerciais onde todos os artigos são vendidos livres de impostos. Kalang é uma das partes mais antigas da zona portuária, datada do século XIX, onde existe atualmente uma marina. O subúrbio ocidental de Queenstown e o Parque do Povo, no coração da cidade velha, são dois dos primeiros empreendimentos habitacionais construídos para realojar as pessoas vindas do sobrelotado centro chinês da cidade. Dada a escassez de espaço, o centro possui uma elevada concentração de edifícios altos, embora não excedam os 280 metros. É uma das cidades mais limpas e bem tratadas do mundo, para além de ter uma muito boa qualidade de vida.
Economia
Singapura é um dos centros financeiros e industriais mais importantes da Ásia. É também sede de grandes empresas financeiras como a MobileOne, a Mediacorp, etc. É também um poderoso centro internacional de negócios, possuindo um dos portos mais ativos do mundo. Contudo, tem poucos recursos naturais, recebendo até água da Malásia. Cultiva também pouco, devendo o seu sucesso económico à sua localização estratégica, dominando a estreita passagem do Sudeste Asiático que liga a Índia ao oceano Pacífico. As suas principais indústrias são as da refinação de petróleo, produtos químicos, têxteis, construção naval e equipamentos eletrónicos.
Como referenciar: Porto Editora – Singapura (cidade) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-07 11:49:54]. Disponível em