Sirimavo Bandaranaike

Primeira mulher do mundo a ser primeira-ministro, Sirimavo Ratwatte Dias Bandaranaike veio ao mundo em 1916, na localidade cingalesa de Balangoda, Rapnapura, e faleceu a 10 de outubro de 2000. Nascida no seio de uma família aristocrática e católica, foi segundo os preceitos dessa religião educada no convento de Santa Brígida, em Colombo, capital do país. Em 1940 contraiu matrimónio com Solomon West Ridgeway Dias Bandaranaike (1899-1959). O casal, pouco depois, converteu-se ao budismo. Solomon tornou-se primeiro-ministro em 1956, governando com energia e enveredando por uma reforma progressista em termos económicos e sociais, ainda que não tenha conseguido resolver o confronto etno-religioso entre cingaleses e tamiles.
Vivendo de perto a atividade política, Sirimavo veio em 1960 (apesar de estar interinamente deste 1959), por eleição, a tornar-se primeira-ministra de Ceilão, sucedendo a seu marido, assassinado em 1959 (estava no poder havia três anos). Governou - aliada aos comunistas - até 1965, ano em que foi derrotada em eleições pelo Partido Nacionalista, muito mais radical nas suas posições contra a forte minoria Tamil do Norte do país (província de Tamil Nadu), oriunda da Índia, país que supostamente apoia o "Exército de Libertação dos Tigres de Tamil".
Todavia, em 1970 é novamente eleita para chefe de governo, em aliança com trotskistas e comunistas pró-soviéticos. Em 1972, Ceilão torna-se a República do Sri Lanka, abandonando a Commonwealth. Sirimavo Bandaranaike demitiu-se em 1977 do cargo devido à derrota sofrida pelo seu Partido da Liberdade. Mais tarde, em 1982, foi privada, durante algum tempo, do exercício dos seus direitos políticos. Mas a política foi sempre uma matriz na vida desta mulher e da sua família, pois em novembro de 1994 era nomeada para o seu cargo de sempre pela sua filha, Chandrika Kumaratunga Bandaranaike, entretanto eleita presidente do Sri Lanka.
Como referenciar: Sirimavo Bandaranaike in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-08 05:52:59]. Disponível na Internet: