Artigos de apoio

sistema solar
Conjunto de astros constituído pelo Sol e por todos os planetas que, sujeitos à influência do campo de gravitação solar, orbitam em seu redor. Os planetas podem ser enumerados por ordem crescente da distância a que se encontram do Sol: Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno. Embora, durante muitos anos, Plutão tenha sido considerado também um planeta principal, a União Astronómica Internacional, em 2006, decidiu, com base em estudos e descobertas recentes, classificá-lo como planeta anão. Segundo aquela entidade, para que um corpo celestial possa ser considerado como tal deve orbitar em torno de uma estrela, ter massa suficiente para ter gravidade própria e assumir uma forma arredondada e ser dominante na órbita, tendo sido sobretudo o não cumprimento desta última característica que determinou a desclassificação de Plutão, cuja órbita se cruza com a de Neptuno.
As órbitas dos planetas, cumpridas nos movimentos de translação, são todas elípticas, umas mais excêntricas do que outras. Essa excentricidade é traduzida por um parâmetro adimensional (e) que varia entre 0 e 1 (e = 0 representa o círculo). No entanto, o plano definido por cada órbita é distinto para cada planeta. Ao plano definido pela translação da Terra em volta do Sol dá-se o nome de eclíptica.
Entre as órbitas de Marte e Júpiter existe a chamada cintura de asteroides, constituída por milhares destes pequenos corpos celestes que orbitam em torno do Sol. Os planetas situados até à cintura de asteroides são chamados telúricos, os restantes, com a exceção de Plutão, são designados gigantes.
Até hoje, os astrónomos ainda não conseguiram descobrir muitos sistemas solares. A situação mais comum é serem observadas estrelas, umas maiores e outras menores do que o Sol, mas desprovidas de planetas que as orbitem.
Como referenciar: sistema solar in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-11-23 03:44:23]. Disponível na Internet: