socioleto

Conjunto de traços linguísticos que caracterizam e identificam um grupo ou um estrato social. A formação de socioletos decorre de fatores sociolinguísticos, como a idade, o sexo, o estatuto socioeconómico de um grupo, o nível de instrução que alcançou e a proveniência étnica. Na medida em que o socioleto se correlaciona com os setores socioeconómicos e socioculturais da sociedade, é muitas vezes possível identificar um socioleto alto (ou nível culto), um socioleto médio (adscrito à classe média) e um socioleto baixo (ou nível popular). A noção de socioleto não deve, contudo, ser confundida com as noções de estilo ou de registo de língua, que dizem respeito a uma adequação linguística em função do destinatário e do contexto comunicativo. Os limites de um socioleto podem confundir-se com os de um tecnoleto (ou gíria), quando o grupo social em análise pertence a uma determinada profissão, o que condiciona as suas escolhas linguísticas (ex: a gíria futebolística, médica, etc). Como exemplo de socioleto no português europeu, veja-se o caso da linguagem das "tias de Lisboa", muitas vezes caricaturizada nos media, em que se destaca o tratamento generalizado por "querida/o", escolhas lexicais próprias "caturreira", entoação afetada, etc.
Como referenciar: socioleto in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-22 03:22:13]. Disponível na Internet: