Solar do Topo

Foi mandado edificar junto à ermida de Nossa Senhora da Ajuda, no concelho de Calheta, na ilha de S. Jorge, no final do século XVIII ou nos primeiros anos do século XIX, por João Pires de Matos, genro de Guilherme da Silveira.
Habitado até à segunda década do século XX, hoje já só restam ruínas, estando sem telhado e com o interior povoado de silvas e ervas daninhas. A sua fachada, intacta até há poucos anos, sofreu os efeitos de uma violenta tempestade que a derrubou.
Como referenciar: Solar do Topo in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-22 19:13:47]. Disponível na Internet: