Sonic Youth

Em 1981, o agrupamento fez a sua primeira apresentação ao vivo, no decorrer do Noise Festival, organizado com o precioso auxílio de Thurston Moore e de Kim Gordon. A entrada do baterista Richard Edson, pouco tempo depois, assegurou o formato necessário à gravação do primeiro EP, em 1982. Contudo, poucos meses passados, Edson decidiu abandonar os Youth, tendo sido então substituído por Bob Bert. Durante esse ano apareceu no mercado o primeiro álbum dos Sonic, Confusion is Sex, que trouxe novas luzes e esclarecimentos sobre as intenções estéticas e criativas de uma banda que assegurava a diferença através de uma dissonância sónica provocatória e radical, mas mesmo assim feita à luz das mais puras inspirações do rock. O álbum mereceu até uma promoção feita na Europa, que continuou a auxiliar o decorrer do percurso dos Sonic com a edição do EP "Kill Yr Idols", através da editora alemã Zensor. O retorno ao estúdio só se proporcionou em 1985 e, passados meses, apareceu no mercado Bad Moon Rising, o primeiro registo lançado com a editora Blast First. O disco mereceu uma atenção redobrada por parte da imprensa da especialidade e igualmente do meio mais underground nova-iorquino e o trabalho da banda liderada por Moore e Ranaldo estava assim definitivamente lançado. O disco revelou o grupo americano em espaços além do idolatrado feedback anárquico, com adornos claros de pretensos ritmos pop. "Death Valley 69", um novo EP editado ainda em 1985, antecedeu nova mudança na formação, depois da saída de Bob Bert, substituído por Steve Shelley. Em 1986, a banda nova-iorquina lança nova obra, agora, e uma vez mais, com diferentes contornos. Evol explanou a debandada dos terrenos frágeis das composições mescladas de experimentações e parece ter materializado em definitivo a entrega dos Youth aos paralelos estruturais do rock.
Sister, de 1987, confirmou o discurso feito com o registo anterior, um ano antes daquele que é unanimemente considerado como o álbum maior dos Sonic Youth. Daydream Nation, editado em 1988, trouxe consigo os primeiros hinos, em temas como "Teen Age Riot", "Silver Rocket" ou "Eric's Trip". Contudo, o percurso do grupo conheceu ainda alguns sobressaltos e, em 1990, concretizou-se a decisão de mudar de editora, então para a DGC, deixando para trás a falência da anterior, a SST. Ao lado da editora de David Geffen, os Sonic Youth tomaram para si a missão de desbravar os territórios alternativos e independentes da música feita na América, acabando por levar a que muitas bandas desconhecidas e independentes assinassem por uma editora de maior dimensão. Goo, o sexto álbum de originais dos Youth, lançado em 1990, mostrou novas incursões num território disfarçadamente mainstream e preparou as hostes para a celebração de Dirty, de 1992. O álbum, que teve a produção a cargo de Butch Vig, conseguiu resultados verdadeiramente surpreendentes em termos de vendas, dada a ligação temporal e de conteúdo ao auge do movimento grunge vivido na altura nos Estados Unidos. "100%", "Sugar Kane", "Youth Against Fascism" ou "Drunken Butterfly" foram apenas quatro dos temas de um disco facilmente considerado conquistador. Dois anos depois do sucesso comercial apareceu Experimental Jet Set Trash & No Star, um disco que contou uma vez mais com a produção de Vig e que logrou chegar ao top 10 britânico. Em 1995, e passado um período de alguma acalmia, os Youth lançaram Washing Machine, um disco que mereceu renovadas considerações extremosas por parte da crítica, mas que não repetiu o êxito de vendas dos anteriores. Seguiu-se um novo período de experimentações e retiros e, só em 1998 é que a banda decide editar um novo longa-duração. A Thousand Leaves antecedeu a edição, em 2000, do álbum NYC Ghosts and Flowers.
A edição seguinte aconteceu em 2002, com o álbum Murray Street. O disco mostrava alguns sinais de inovação, provando o incurso da banda em novos estilos, destacando-se a colaboração de Jim O'Rourke (o primeiro álbum em que participa como membro efetivo da banda). No ano seguinte, chegou às lojas Live At The Royal Albert Hall, guardando para a posteridade um concerto especial da banda. Em 2004, novo álbum de originais, Sonic Nurse.
Como referenciar: Sonic Youth in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-25 03:51:48]. Disponível na Internet: