Spalding Gray

Ator e escritor norte-americano, Spalding Gray nasceu 5 de junho de 1941, em Barrington, no Estado de Rhode Island, nos Estados Unidos da América.
Frequentou a Emerson College, em Boston, e iniciou a sua carreira de ator ao desempenhar um papel de psicótico em The Curious Savage. Em 1967, a mãe suicidou-se aos 52 anos, o que o conduziu a um período de depressão que terminou somente após um esgotamento nervoso. Depois trabalhou num teatro subterrâneo, em Manhattan, onde fundou, juntamente com Elizabeth LeCompte e Willem Dafoe, o Wooster Group, em 1979. Aí, começou a redigir os monólogos (num total de 18) pelos quais ficou conhecido e que foram publicados em livros ou adaptados para cinema. Nessa altura, escreveu uma trilogia teatral autobiográfica sobre a sua vida em Rhode Island, abordando a sua infância, em Sex and Death to the Age 14, as suas aventuras como jovem rapaz, em Booze, Cars and College Girls, e as suas lutas e dificuldades como ator, em A Personal History of the American Theater. Através dos monólogos, Spalding Gray iniciou um novo estilo de representação ao atuar sozinho num cenário minimalista. Dos 18 monólogos escritos, alguns podem ser observados nos filmes Swimming to Cambodia (1987), Spalding Gray - Terrors of Pleasure (1988), Monster in a Box (1992) e Gray's Anatomy (1996). Em 1983, desempenhou o papel de embaixador americano em The Killing Fields (1984, Terra Sangrenta), seguindo-se muitos outros papéis em vários filmes, como Seven Minutes in Heaven (1985), True Stories (1986), Clara's Heart (1988), Beyond Rangoon (1995), Coming Soon (1999), Kate & Leopold (2001) e The Paper Mache Chase (2003).
Em 2001, sofreu de um acidente de carro, na Irlanda, do qual nunca recuperou totalmente, sendo duas vezes hospitalizado. Vivendo nos últimos tempos em depressão, tentou suicidar-se, em outubro de 2002, ao saltar de uma ponte perto de Long Island.
Spalding Gray, que estava desaparecido há dois meses da sua casa de Manhattan, foi encontrado morto a 7 de março de 2004, no East River, que banha Nova Iorque, perto de Brooklyn. De referir que o ator sempre falou abertamente do suicídio, considerando que teria o mesmo destino fatal da mãe.
Como referenciar: Spalding Gray in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-16 17:03:13]. Disponível na Internet: