Spartak de Moscovo

Clube russo de futebol, o FC Spartak de Moscovo foi fundado em 1922, tendo o seu nome sido inspirado em Espártaco, líder de uma revolta de escravos contra o Império Romano.
O Spartak de Moscovo foi desde logo considerado o clube do povo, em contraste com o CSKA, ligado ao Exército, e ao Dínamo, próximo do KGB.
Em 1936, o clube ganhou pela primeira vez o campeonato da União Soviética, facto que lhe valeu no ano seguinte a distinção com a Medalha de Lenine, a mais alta condecoração do Império Soviético. Antes da Segunda Guerra Mundial, o Spartak ainda ganhou os campeonatos de 1938 e 1939.
Depois do conflito mundial o Spartak, presidido por Nikolay Starostin, regressou em força na década de 50, durante a qual ganhou quatro campeonatos soviéticos. A equipa forneceu ainda dez jogadores à seleção da URSS que se sagrou campeã olímpica em 1956, na Austrália.
O Spartak contava com atletas como o goleador Nikita Simonian e Igor Netto, um dos melhores jogadores do futebol soviético.
O clube entrou num período de alguma decadência e depois dos títulos nacionais em 1962 e 1969 atravessou uma fase negra, que culminou com a descida à 2.ª divisão em 1976. Sem nenhum tipo de apoio do regime soviético, o Spartak tornou-se ainda mais popular entre o povo. O ídolo da equipa na altura era Vasili Kalinov.
O Spartak só esteve um ano na II Divisão já que sob a orientação do treinador Valentin Beskov rapidamente garantiu o regresso. Logo em 1978/79, o Spartak voltou a vencer o campeonato soviético, contando com o contributo de Cherenkov, que esteve no clube entre 1977 e 1994. Ao todo representou o clube em 494 jogos, o recorde no Spartak. Na equipa que reconquistou o título em 1979 também alinhava Romantsev, que representou o clube como jogador entre 1976 e 1983, assim como o guarda-redes Dassaev, titular entre 1978 e 1988.
Romantsev regressou ao Spartak de Moscovo em 1988/89 como treinador e logo nessa temporada conquistou o campeonato soviético.
Quando a União Soviética se desmembrou o Spartak passou a integrar o campeonato russo. Sob o comando de Romantsev, a equipa ganhou nove campeonatos russos entre 1992 e 2001. Em 1996 Romantsev assumiu também a presidência do clube. A partir de 2001 o clube entrou num período de decadência, escasseando a conquista de títulos.
Como referenciar: Porto Editora – Spartak de Moscovo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-31 20:09:36]. Disponível em