subdesenvolvimento

Tal como "em vias de desenvolvimento", este termo não passa de um eufemismo utilizado pelos membros das sociedades dominantes para designar as que delas são dependentes. Outrora, talvez as tivessem designado de "primitivas" ou "atrasadas". Hoje, estes termos não são bem aceites na comunidade académica, dadas as suas conotações colonialistas e etnocêntricas. A origem do termo "subdesenvolvimento" está associada às condições de estagnação económica e pobreza social que caracterizam grandes áreas do planeta, sobretudo quando comparadas com o dinamismo dos estados capitalistas da América do Norte, da Europa ou da Ásia. Contrariamente à visão clássica, que defende os benefícios do comércio livre, as teorias da dependência defendem que o desenvolvimento de tipo capitalista aumenta o "subdesenvolvimento" das regiões periféricas, uma vez que os termos das trocas não são iguais. Com efeito, os países "desenvolvidos" exportam produtos manufaturados e serviços, enquanto que quase se limitam à importação de matérias-primas dos países dependentes. As teorias da dependência fizeram bastante uso do termo e, para autores como André Gunder Frank, é evidente que o "desenvolvimento" de uns poucos países é que ocasionou o "subdesenvolvimento" de uma enorme percentagem da população mundial.
Como referenciar: subdesenvolvimento in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 21:55:10]. Disponível na Internet: