Sukarno

Político indonésio (1901-1970) nascido e falecido em Surabaia. Em 1927 chefiou o movimento para a independência da Indonésia, fundando nesta mesma data o Partido Nacionalista da Indonésia (P.N.I.). Aquando da rendição do Japão, Sukarno foi presidente da nova república. A 24 de dezembro de 1948 os holandeses capturaram o governo indonésio em Jacarta, exilando Sukarno na ilha de Bangka. Devido a pressões económicas dos Estados Unidos da América sobre a Holanda, esta renuncia ao direito de soberania na Indonésia e Sukarno volta a presidir ao governo.
Dado o fracasso da democracia institucional, em 1956-1958 institui-se a democracia guiada. Em 1945, Sukarno tinha já enumerado os princípios básicos do Estado: um deus, uma nacionalidade, uma humanidade, uma democracia e uma justiça social.
Tal como outros chefes de estado da sua época (Nehru, Tito...), Sukarno permitiu o crescimento do comunismo, de tipo chinês, que, em 1 de outubro de 1964, tentou apoderar-se do poder, ao que Sukarno "fechou os olhos". Sukarno acabou por ser deposto por Suharto, morrendo na prisão domiciliária a 21 de maio de 1970.
Como referenciar: Sukarno in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-04 16:41:52]. Disponível na Internet: