superfície (física)

Em Física, uma superfície consiste na parte exterior de um corpo dotado de volume, que se encontra em contacto com o espaço circundante.
Existem diversos tipos de superfícies:
Superfície de nível: a que passa por todos os pontos do espaço que obedecem a uma determinada propriedade. Superfície de onda: numa onda que se desloca pelo espaço (som, luz, etc.), é a superfície de todos os pontos em que a onda vibra com a mesma fase. Segundo as equações de Maxwell, pode construir-se uma teoria ondulatória (em particular da ótica) supondo que todos os pontos da superfície de onda são, por sua vez, fontes de novas ondas. Esta teoria é a que melhor interpreta os resultados clássicos da ótica (interferência, difração). Numa teoria mais simplificada (ótica geométrica), considera-se que as perturbações se transmitem por raios, os quais têm a propriedade de serem perpendiculares, em qualquer ponto, à superfície de ondas.
Superfície equipotencial: num campo conservativo, superfície de todos os pontos que se encontram ao mesmo potencial. Esta superfície goza da seguinte propriedade: uma partícula que se desloque através dela não realiza trabalho e, portanto, não perde nem ganha energia.
Superfície perfeitamente difusora: aquela que obedece à segunda lei de Lambert.
Como referenciar: superfície (física) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 00:05:23]. Disponível na Internet: