surf

O surf é um desporto aquático que consiste em deslizar sobre as ondas do mar com uma prancha, efetuando, simultaneamente, diversas manobras com diferentes graus de dificuldade.
Este desporto, que é muito popular em todo o mundo, pratica-se em pranchas que, em média, pesam entre 3 a 7 kg (existem outras mais e menos pesadas, mas a tendência do mercado é fabricá-las cada vez mais leves) e medem entre 1,6 a 3,7 metros (5'3'' a 12') . As pranchas são ligeiramente côncavas, dotadas de uma espécie de barbatana que funciona como estabilizador e podem atingir velocidades na ordem dos 55 quilómetros por hora.
Os surfistas deitam-se na prancha e com os braços dão impulso para ganhar velocidade. A determinada altura colocam-se em pé em cima da prancha e deslizam sobre o mar, na crista das ondas, enquanto efetuam manobras. É possível surfar com onda de apenas trinta centímetros de altura, mas quanto maiores forem mais velocidade se ganha. O surf teve origem na Oceânia e desenvolveu-se principalmente no Hawai, onde os nobres desta região se deslocavam em longas pranchas de madeira em algumas cerimónias religiosas. A atividade estava reservada aos mais poderosos da sociedade que assim mantinham a forma e demonstravam a sua superioridade sobre os súbditos. O explorador inglês James Cook chegou à região em 1778 e foi o primeiro ocidental a contactar com esta atividade, numa altura em que as pranchas pesavam cerca de 68 quilos. Foram encontrados registos de atividades relacionadas com o surf datados do século XVI.
A tradição quase desapareceu em 1821, devido à oposição dos missionários europeus, que consideravam esta atividade como uma forma imoral de divertimento. No entanto, em 1905, o havaiano Duke Kahanamoku, campeão olímpico de natação, contribuiu decisivamente para o ressurgimento da tradição. Duke e os seus amigos passavam os dias no mar de Waikiki a praticar surf. Nesta altura a influência dos missionários já era menor o que permitiu o retomar de certas tradições locais. Paralelamente, nos Estados Unidos da América, um californiano chamado Henry Huntington pediu ao havaiano de origem irlandesa, George Freeth, para fazer uma demonstração de surf na praia norte-americana de Redondo. Daqui em diante a modalidade desenvolveu-se bastante nesta região dos Estados Unidos da América.
Passou a ser mais conhecido nos anos 20 e, a partir de 1930, surgiram pranchas mais leves, de madeira de balsa, que permitiram a popularização deste desporto, tendência que se acentuou, em meados da década de 50. Nesta época as pranchas de madeira pesada começaram a ser substituídas por outras mais leves, feitas de fibra de vidro, que permitiam fazer outro tipo de manobras.
Foi nas décadas de 50 e 60 que o surf se impôs em todo o mundo como um desporto e atividade recreativa, começaram a aparecer nesta altura os primeiros surfistas profissionais.
O primeiro campeonato mundial amador teve lugar em 1964 e o primeiro de nível profissional decorreu seis anos mais tarde, dando origem a um circuito mundial que tem lugar durante todo o ano em praias de diversos continentes.
O surf é um desporto muito popular nas costas do Hawai e Califórnia (Estados Unidos da América), Nova Zelândia, Austrália, África do Sul, Brasil, Grã-Bretanha, assim como em Portugal, onde se desenvolveu bastante a partir de meados da década de 80.
Como referenciar: surf in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-09 16:04:09]. Disponível na Internet: