Tahar Ben Jelloun

Escritor marroquino nascido a 1 de dezembro de 1944 na cidade de Fez, em Marrocos.
Ben Jelloun estudou no liceu francês em Tânger e, posteriormente, licenciou-se em Filosofia, em Rabat. Teve de interromper os estudos em julho de 1966 depois de ter sido enviado com dezenas de outros estudantes para um campo disciplinar do exército, acusado de ter organizado manifestações estudantis em março de 1965. Saiu do campo em janeiro de 1968 e pôde terminar os estudos. Nesse mesmo ano, começou a dar aulas de Filosofia e publicou o seu primeiro poema, L'Aube des Dalles, numa revista chamada Souffles. O poema havia sido escrito enquanto estava retido no campo militar. Dois anos mais tarde, publicou uma compilação de poesia, Hommes Sous Linceul de Silence. Apesar de ser árabe, por ser bilingue sempre escreveu em francês. A sua obra versa essencialmente as contradições entre modernidade e tradição e entre mundo ocidental e oriental.
Em 1971, depois de, em Marrocos, ter passado a ser obrigatório lecionar Filosofia em árabe, algo para o que não estava habilitado, Ben Jelloun mudou-se para França. Na Universidade de Paris fez um doutoramento em Psiquiatria Social. A sua especialização em psiquiatria acabou por se refletir constantemente na sua obra. O escritor marroquino estreou-se na escrita de romances em 1973 com Harrouda.
Em 1987 Ben Jelloun recebeu o Prémio Goncourt, um dos mais prestigiados galardões literários franceses, graças ao romance La Nuit Sacrée (A Noite Sagrada). Em 2004 recebeu outro importante prémio francês, o IMPAC, por Uma Ofuscante Ausência de Luz, relato verídico sobre as precárias condições de vida na prisão de uns militares que tentaram matar o rei de Marrocos.
Em Portugal, para além do premiado Cette Aveuglante Absence de Lumière (Uma Ofuscante Ausência de Luz), foram publicados os romances L'Auberge des Pauvres (O Albergue dos Pobres) e L'Ecrivain Public (O Escrivão Público), assim como o livro de contos Amours Sorcières (Amores Feiticeiros).
O autor marroquino também se dedicou à escrita de peças de teatro, assim como à assinatura de colaborações em publicações francesas e estrangeiras, nomeadamente de Itália, Espanha e Suécia, desde 1972.
Como referenciar: Tahar Ben Jelloun in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-24 19:23:43]. Disponível na Internet: