Tammuz

Deus sumério da vegetação e da pastorícia, morria todos os anos para ressuscitar, simbolizando o ciclo de vida vegetal. Antes de morrer foi o pastor do rei de Uruk, cargo de importância.
Podia também ser conhecido como Damuzi ou Dumuzi e era marido (ou amante) de Ishtar.
Este deus, tendo morrido ainda jovem, foi parar ao inferno de Ereshkigal, irmã de Ishtar, a quem ela foi reclamar o amado deus. Por esta razão aparece por vezes como deus do submundo. Após a sua saída do inferno, tendo Ishtar ficado em seu lugar, Tammuz tornou-se um dos guardiães do céu de An, juntamente com Gizzida.
Num período tardio foi-lhe dado também o nome de Adónis, talvez pela semelhança entre a história deste deus grego e de Tammuz.
Era obrigatório visitar o palácio deste deus em Kur.
Como referenciar: Tammuz in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 13:53:11]. Disponível na Internet: