Taveira de Sousa

Político e governante português licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Foi monitor neste estabelecimento de ensino, onde lecionou Direito Internacional Privado, e também assistente no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa.
Em 1987 foi adjunto de Durão Barroso quando este era secretário de Estado da Administração Interna do governo social-democrata liderado por Aníbal de Cavaco Silva. Posteriormente, em 1990 e 1991, foi adjunto no gabinete do então ministro das Finanças, Miguel Beleza, num governo ainda liderado por Cavaco Silva.
Entretanto, em 1988, assumiu a presidência da Comissão de Fiscalização dos Serviços Sociais do Ministério das Finanças, cargo que iria desempenhar até março de 2003. De 1994 a 2002 desempenhou as funções de jurista na Caixa Geral de Depósitos. Pertenceu ainda à comissão instaladora da EDIA (Empresa de Desenvolvimento e Infraestrutura do Alqueva), instituição onde ganhou experiência para a função que viria a desempenhar posteriormente na Secretaria de Estado do Ordenamento do Território. Em finais de 2002 passou a ser inspetor-geral da Educação, mas esteve pouco tempo em funções já que foi convidado para integrar o XV Governo Constitucional em abril de 2003. O primeiro-ministro social-democrata Durão Barroso deu-lhe posse a 8 de abril de 2003 como secretário de Estado do Ordenamento do Território, sucedendo a José Mário Ferreira de Almeida. Taveira e Sousa ficou inserido no Ministério das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente, liderado por Amílcar Theias.
Como referenciar: Taveira de Sousa in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 08:48:42]. Disponível na Internet: