Templo de Angkor-Vat

Templo khmer do século XII situado a sul de Angkor Thom no Camboja. A sua construção deve-se a Suryavarman II. Com uma das construções mais representativas da arte khmer, é considerado o mais perfeito exemplo de templo sobre pirâmide ou templo-montanha.
É composto por uma pirâmide de três pisos que comunicam entre si por escadas, com cinco torres concêntricas, encontrando-se circundado por uma muralha e um fosso. Acede-se ao edifício central pelo lado oeste através do caminho processional flanqueado por serpentes. A torre principal, com uma altura de 65 m, é o ponto fulcral de toda a estrutura. A conceção geométrica da estrutura arquitetónica contrasta fortemente com a profusa decoração que se estende ao muro, capitéis, fachadas, pilares e cornijas. Iconograficamente salientam-se os baixos-relevos e esculturas onde estão representadas cenas recolhidas das grandes epopeias da civilização indiana e centenas de figurações de deuses e demónios através das quais está subjacente a mensagem de luta entre o Bem e o Mal. Igualmente são relatados os feitos de Suryavarman II nos baixos-relevos alusivos às suas campanhas guerreiras.
Embora não se saiba ainda qual a motivação original para a construção deste complexo, crê-se que foi para servir de mausoléu ao seu fundador. Consagrado a Vishnú, foi transformado em local sagrado budista por Jayavarman VII.
A UNESCO incluiu a área de Angkor (cerca de 400 km2) na lista do Património da Humanidade em 1992.
Como referenciar: Templo de Angkor-Vat in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-18 20:33:24]. Disponível na Internet: