The Gift

Originário de Alcobaça, o grupo The Gift surgiu em 1994 e é composto por Sónia Tavares (voz), Nuno Gonçalves (teclas e programação de ritmos), John Gonçalves (baixo e samplers), Miguel Ribeiro (guitarra e baixo) e Ricardo Braga (bombardino), que entretanto deixou o grupo.
Atuou pela primeira vez ao vivo em novembro de 1994 no concurso de música moderna de Alcobaça, no qual obteve o segundo lugar. Estava dado o primeiro passo para a divulgação do grupo, que teve em dezembro de 1996 um dos seus pontos importantes no seu primeiro concerto em Lisboa, no Centro Cultural de Belém.
Em 1997, surgiu o primeiro trabalho discográfico, Digital Atmosphere, uma edição de autor. Apesar da escassa atenção da crítica, o reconhecimento do público, que seguia com atenção os espetáculos do grupo, era cada vez maior. O grupo efetuou uma digressão, a "Digital Atmosphere Tour", que o levou à maioria das capitais de distrito do nosso país. O registo dos melhores momentos desta digressão foi editado em vídeo, "Digital Atmosphere Video". O final do ano de 1998 marcou o lançamento de Vinyl, trabalho que esgotou em três semanas a sua primeira edição de dois mil exemplares. Constituindo mais uma edição de autor, o álbum incluiu os singles "Ok! Do You Want Something Simple?", "Real (Get Me For?)" e "Truth".
A digressão "Vinyl Tour" teve início em março de 1999, em Leiria, terminando em novembro do mesmo ano no Coliseu de Lisboa. Num total de mais de 80 espetáculos, os músicos dos The Gift idealizaram um projeto ambicioso, que colocava no mesmo palco, para além dos quatro membros da banda, um septeto clássico de cordas, uma secção de metais e um percussionista convidado, num total de 14 músicos.
A banda foi galardoada com vários prémios, entre os quais o de Melhor Disco Nacional do Ano de 1998 pelo Diário de Notícias e Melhor videoclip de 99 atribuído na gala "TMN Videoclip do Ano 99" a "Ok! Do You Want Something Simple?". Em janeiro de 2000, o espetáculo "Gala Nova Era" atribuiu ao grupo os quatro prémios para os quais estava nomeado: Melhor Nacional, Melhor Single, Imagem Feminina 2000 (Sónia Tavares) e Melhor Banda. O disco Vynil vendeu mais de 35 mil cópias.
Todo o trabalho de Vynil foi feito pelos elementos da banda, desde a produção do disco à colagem dos cartazes a anunciar os concertos. Como consequência do êxito do disco, surgiram editoras interessadas em contratar os The Gift, mas eles preferiram continuar independentes para poderem compor, gravar e editar os seus próprios discos. A seguir a este tremendo êxito, os elementos dos The Gift regressaram a Alcobaça para repensar o projeto. Montaram um estúdio e dedicaram-se a explorar novos sons e sintetizadores, de modo a criar uma sonoridade mais orgânica.
Começaram assim a ser dados os primeiros passos para a criação do álbum Film, onde Nuno Gonçalves foi o principal compositor de temas e, ao mesmo tempo, o produtor. Para elaborar este trabalho, colaboraram com uma orquestra de cordas inglesa e uma orquestra de metais de Alcobaça. As remisturas dos temas foram feitas por Howie B. e Will O'Donovan, que já tinham trabalhado com Björk e os U2, e Joe Fossard.
De tudo isto resultou um disco mais maduro, comparado com os anteriores, com os ritmos eletrónicos a conviverem com atmosferas sinfónicas. O disco foi lançado em 2001 através da La Folie Records, estrutura criada pelos próprios elementos dos The Gift para manterem a sua independência. Desta vez, a tournée foi mais intimista, já que apenas um baterista e uma secção de metais acompanhou o quarteto original nos palcos.
A banda tem-se mantido afastada das edições de estúdio, mantendo-se a expectativa para a edição do seguidor de Film. Em 2004, apesar do envolvimentos nos concertos das Queimas das Fitas, o grupo preparava a edição de novo álbum de originais.
Como referenciar: The Gift in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-22 18:42:23]. Disponível na Internet: