Tomé Pinheiro da Veiga

Magistrado, poeta e genealogista português nascido em 1566 ou 1571, em Coimbra, e falecido em 1656, em Lisboa. Doutorou-se em Leis na Universidade de Coimbra, em 1593. Foi ainda ouvidor de Esgueira e de Alenquer e desembargador da Relação do Porto, da casa da Suplicação e dos Agravos. Em 1627, foi nomeado procurador da coroa. Secundou a revolução de 1640 e preparou as cortes do reinado de D. João IV. Alguns investigadores consideram-no como um dos presumíveis autores da Arte de Furtar. Das suas obras destaca-se Fastigímia, texto de índole humorística sobre as sociedades espanhola e portuguesa do seu tempo, que reflete um pendor moralizante presente em diversas obras barrocas. Aqui nos deixou saborosas anotações aos costumes de Seiscentos.
Como referenciar: Tomé Pinheiro da Veiga in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-26 22:33:27]. Disponível na Internet: