Artigos de apoio

tornado
Turbilhão de vento muito violento, cuja presença é manifestada por uma coluna nebulosa ou cone nebuloso invertido, em forma de funil, que emerge da base de uma nuvem cúmulo-nimbo sobre os continentes.
O vento ciclónico dos tornados atinge grandes velocidades formando um redemoinho. Os tornados são mais frequentes especialmente nos Estados Unidos da América e na Austrália, muito raramente na Europa ocidental, em África e no Japão. O cone nebuloso em forma de funil é envolvido por um tufo constituído por poeiras, areias e detritos arrancados do solo. Os tornados nem sempre atingem o solo, mas quando isso acontece a devastação é praticamente completa. Os tornados são normalmente acompanhados de trovoada. O ar eleva-se rapidamente na região que rodeia o funil e desce interiormente devido à baixa pressão aí existente. Na região central formam-se ventos muito fortes em espiral que, conjuntamente com explosões que ocorrem devido à baixa pressão, provocam devastações totais, muitas vezes acompanhadas de perdas de vidas, no trajeto do tornado, que se pode deslocar com velocidade superior aos duzentos metros por segundo.
A forma marítima do tornado é designada tromba-d'água e afeta a maior parte das regiões intertropicais, e com carácter de grande excecionalidade pode ocorrer nas regiões temperadas marítimas no decorrer do verão. Nas trombas-d'água o funil é um tubo constituído por gotas de água.
Os verdadeiros tornados, que implicam uma rotação turbilhonar no sentido inverso dos ponteiros de um relógio no hemisfério norte e no sentido das agulhas de um relógio no hemisfério sul são muito raros em África.
Os tornados estão sempre relacionados com nuvens cúmulos-nimbos de grande espessura e são acompanhados de tempestades e chuvas diluvianas. São caracterizados pelos ventos violentos, um forte abaixamento de pressão e uma curta duração de vida.
Como referenciar: tornado in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-09-21 20:22:46]. Disponível na Internet: