Torneio de Rugby das Cinco Nações

O Campeonato de râguebi surgiu em 1883, fruto de várias partidas disputadas nas ilhas britânicas, tendo sido a primeira delas disputada entre a Inglaterra e Gales em 1882. Fazem parte deste campeonato quatro nações: a Inglaterra, a Escócia, a Irlanda e o País Gales.
Desde 1872, com a criação do Le Havre Athletic Club, que a França desenvolvia as suas técnicas de jogo. Com o aparecimento da USFSA (União das Sociedades Francesas de Desportos Atléticos), em 1887, foi organizado o primeiro encontro entre a equipa francesa e a equipa inglesa de râguebi. A França perdeu mas causou boa impressão no seu adversário.
Por iniciativa do Barão Pierre de Coubertain, ao râguebi francês adaptou-se o sistema de marcação de pontos internacional. É então que, em 1910, as quatro nações britânicas decidem convidar a França a participar do campeonato, a que deram o nome de Torneio das Cinco Nações. O primeiro jogo do torneio foi disputado por Gales e pela França, tendo a equipa francesa perdido por 49-14. No final do torneio a França ficou em último lugar.
A participação francesa no torneio até 1931 não foi brilhante. Considerada desorganizada, foi convidada a retirar-se do campeonato, terminando assim, temporariamente, o Torneio das Cinco Nações.
A Guerra Mundial II fez adiar a reentrada da França no campeonato, que só aconteceu mais tarde em 1947, ano em que a França venceu a Escócia por 8 a 3. Manteve-se sempre até hoje como equipa participante neste torneio.
Em 1997, a Itália deu provas do seu valor no râguebi derrotando a Irlanda pouco antes do Torneio das Cinco Nações. Este facto levou à consideração da hipótese de a Itália vir a integrar este campeonato no ano 2000. Formando-se assim o "Torneio das Seis Nações", que atualmente já se disputa.
Como referenciar: Torneio de Rugby das Cinco Nações in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-04 15:27:02]. Disponível na Internet: