Torre de Pisa

A Torre de Pisa, um dos grandes símbolos de Itália, começou a ser construída em agosto de 1173, como parte da catedral da cidade, e só ao fim de quase 200 anos, em 1350, ficou pronta, mas respeitando o projeto inicial, cujo autor é desconhecido.
A torre, construída para albergar o sino da catedral de Pisa, mede 54,5 metros e pesa cerca de 14,5 toneladas. O monumento fica situado na Praça dos Milagres e tem um elevado valor histórico, por vezes esquecido devido à particularidade de ser inclinada. Uma característica invulgar desta torre é o facto de não ficar colada à fachada da catedral, ocupando antes um espaço destacado e isolado na praça. A sua função é fazer a ligação entre a cidade e a praça, funcionando como um ponto de referência. A Torre de Pisa tem uma escada em espiral com 293 degraus que sobe até à sexta arcada, onde o poço termina numa abóbada com abertura central para deixar entrar luz. A escada dá ainda acesso ao campanário e às várias arcadas intermédias. Na base, fica a única entrada do edifício. Ainda durante o processo de construção, quando a obra ia no terceiro andar, começou a surgir a inclinação que viria tornar a torre mundialmente famosa. Logo nessa época, começaram a ser efetuadas reparações para corrigir a inclinação. Nomeadamente, os quatro andares seguintes foram construídos com uma altura maior para compensar, mas o peso excessivo levou a um afundamento maior das estruturas. Mesmo assim, no passado chegou a pensar-se que a inclinação era propositada e fazia parte do projeto. Especialmente no século XIX foi muito debatida a ideia de que o processo de inclinação da Torre de Pisa já tinha sido pensado pelo arquiteto. Foi só no século XX, após investigação minuciosa que incluiu pesquisas em documentos antigos, que se chegou à conclusão que o projeto previa uma torre direita. Estudos feitos entre 1550 e 1817 revelaram o crescimento da inclinação em cinco centímetros. A partir de 1838, logo após ser feita uma série de intervenções no solo, a inclinação da torre progrediu cerca de vinte centímetros. Passados uns anos, a progressão da inclinação estabilizou em cerca de um milímetro por ano. Finalmente, em janeiro de 1990 a torre foi encerrada ao público para que se tomassem medidas que definitivamente travassem a inclinação através de intervenções no subsolo. As obras de reparação ficaram concluídas em 2001 e a torre reabriu ao público em 15 de dezembro.
Como referenciar: Torre de Pisa in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-18 05:49:59]. Disponível na Internet: