Tove Jansson

Escritora, desenhadora e pintora finlandesa de expressão sueca, Tove Marika Jansson nasceu a 9 de agosto de 1914, em Helsínquia. Filha de artistas plásticos, cresceu num ambiente de criatividade e tolerância, refrescado com a passagem das férias de verão nas Ilhas Porvoo, em cabanas que a família costumava alugar a pescadores entre maio e setembro.
Apenas com quinze anos de idade começou a contribuir como ilustradora e desenhadora de BD para revistas como a Garm. Em 1930 deslocou-se à Suécia, para estudar arte na Kontstfack de Estocolmo.
Em 1933 publicou o seu primeiro livro de ilustrações, com o título Sara och Pelle och Näckens Bläckfiskar, utilizando o pseudónimo Vera Haij. Havia regressado nesse mesmo ano a Helsínquia para prosseguir, até 1937, os seus estudos na Escola de Desenho da Sociedade das Belas Artes da Galeria Nacional da Finlândia. Em 1938 partiu para Paris, ingressando na École d'Adrien Holy e na École des Beaux Arts, aproveitando a estadia para visitar países como a Alemanha e a Itália. Em 1943 foi apresentada na Galeria Bäcksbacka de Helsínquia a sua primeira exposição individual (desde 1932 que vinha participando em mostras coletivas), o que constituiu um marco de sucesso na sua carreira como pintora, pelo bom acolhimento da crítica e pelo excelente volume de vendas.
Em 1945 apareceu, com o título Småtrollen och den Stora Översvämingen, a primeira história da famosa série Mumin, uma pequena criatura de corpo branco e olhos azuis que rapidamente conquistou a afeição milhares de miúdos e graúdos. O ambiente em que os Mumin se movimentam foi grandemente inspirado no dos verões que Tove Jansson passou com a família em Porvoo.
A peça Kometjakten (1946) estreou-se em 1949 no Svenska Teater e, em 1958 seria a vez de Troll iKulisserna ir a palco no Lilla Teater. Tove Jansson daria por terminada a sua carreira como desenhadora em 1959, pelo que o seu irmão mais novo, Lars Jansson, daria continuidade à série até 1975, altura em que prosseguiu pela mão de outros artistas.
Considerada como um grande sucesso pelas suas personagens individualistas e emancipadas, pelo seu humor subtil e sofisticado, a popularidade da série Mumin alastrou da Escandinávia ao resto da Europa, e daí até países como o Japão que, aproveitando a passagem da série ao domínio público, se empenhou na produção de desenhos animados, brinquedos e outros bens de consumo.
Em 1987 foi inaugurado o Museu Mumin em Tampere, na Finlândia, contendo cerca de dois milhares de ilustrações e objetos. Encontra-se também nesse país, em Naantali, o Mundo Mumin, reprodução em tamanho real do vale criado pelo imaginário de Jansson, onde as suas personagens tomaram vida através de uma equipa de animadores profissionais.
Tove Jansson foi galardoada com diversos prémios e condecorações, tais como a medalha Pro Finlandia e o Prémio Estatal da Finlândia para a Literatura, tendo também sido honrada duas vezes pela Academia Sueca.
Faleceu a 27 de junho de 2001.
Como referenciar: Tove Jansson in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-22 19:33:49]. Disponível na Internet: