Toyotomi Hideyoshi

General japonês, Toyotomi Hideyoshi, nascido em 1536, acabou com os senhores feudais e completou a unificação do Japão iniciada por Oda Nobunaga. Este filho de camponeses juntou-se ao exército de Nobunaga ainda jovem, onde rapidamente ascendeu ao cargo de general. Quando o seu líder foi assassinado em 1552, tomou o seu lugar e deu continuidade à sua obra. Consolidou o seu poder e conseguiu fazer as pazes com Tokugawa Ieyasu, que depois veio a suceder como senhor do Japão. Em 1585 foi eleito regente pelo imperador e em 1587 proibiu a prática da religião cristã e expulsou os jesuítas do território. No ano de 1588 todos os senhores (daimyo) juraram fidelidade ao imperador e Hideyoshi desarmou os camponeses. Por volta de 1591 tinha já aniquilado todos os seus inimigos e conseguido reunificar o país. Movido por ideais megalómanos, invadiu a Coreia em 1592. Suspeitando da traição do seu sobrinho obrigou-o a cometer suicídio, um destino também aplicado ao seu mestre da cerimónia do chá. Em 1597 voltou a atacar a Coreia, mas uma vez mais não foi bem sucedido. Morreu em 1598 e o seu sucessor foi destronado por Tokugawa, o fundador do schogunato de Tokugawa.
Como referenciar: Porto Editora – Toyotomi Hideyoshi na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-01-19 12:06:01]. Disponível em