Trancoso

Aspetos Geográficos
O concelho de Trancoso, do distrito da Guarda, localiza-se na região Centro (NUT II), na Beira Interior Norte (NUT III), a este do concelho de Aguiar da Beira, a sul do concelho de Mêda e de Sernancelhe (distrito de Viseu), a oeste do concelho de Pinhel e a norte do concelho de Celorico da Beira e Fornos de Algodres. Dista 360 km de Lisboa e 185 km do Porto.
Ocupa uma área de 361,9 km2, dividida em 29 freguesias: Aldeia Nova, Carnicães, Castanheira, Cogula, Cómitos, Feital, Fiães, Freches, Granja, Guilheiro, Moimentinha, Moreira de Rei, Palhais, Póvoa do Concelho, Reboleiro, Rio de Mel, Trancoso (Santa Maria), Trancoso (São Pedro), Sebadelhe da Serra, Souto Maior, Tamanhos, Terreno, Torre do Terreno, Torres, Valdujo, Vale do Seixo, Vila Franca das Naves, Vila Garcia e Vilares. Em 2005, o concelho apresentava 10 682 habitantes.
O natural ou habitante de Trancoso denomina-se trancosano ou trancosense.

História e Monumentos
D. Dinis mandou construir uma muralha defensiva na vila de Trancoso, onde se encontra o castelo de Trancoso. Para além do castelo de Trancoso existem no concelho o castelo de Moreira de Rei, a Igreja de Santa Maria, a Igreja de S. Pedro, a Casa do Gato (no antigo bairro judaico), a Capela de São Bartolomeu, o pelourinho de Moreira de Rei e o pelourinho de Trancoso, entre outros.

Tradições, Lendas e Curiosidades
Devido à proximidade física com Espanha, tiveram lugar vários acontecimentos históricos neste concelho. O mais marcante foi a batalha de São Marcos em que, segundo a tradição, os espanhóis terão sido postos a "pão e laranjas" pelos portugueses, que venceram a batalha apesar da inferioridade do exército nacional. A batalha foi travada a 29 de maio de 1385 e este dia passou a ser o feriado municipal de Trancoso.
Outro acontecimento importante para a vila foi o casamento do rei D. Dinis com D. Isabel de Aragão.
É conhecida no concelho uma lenda relacionada com um padre, o Padre Costa, que, segundo consta, foi pai de 299 filhos concebidos em 53 mulheres.
No que diz respeito a feiras, festas e romarias, fazem parte deste concelho o mercado semanal em cada sexta-feira, duas feiras anuais: a feira de Santa Luzia no dia 13 de dezembro e a feira de S. Bartolomeu de 19 a 24 de agosto.

Economia
No concelho de Trancoso predomina o comércio e a agropecuária, a pastorícia e a pequena indústria de transformação de carnes. Para além disso, possui indústrias ligadas aos setores dos lanifícios, confeções, calçado, mobiliário, mármores e granitos, madeiras, construção civil e panificação.
Como referenciar: Trancoso in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-10 22:50:59]. Disponível na Internet: