transporte de substâncias

O transporte de substâncias consiste na condução de água, sais, produtos orgânicos do metabolismo e gases, como condição necessária para um dado curso do metabolismo. Realiza-se de célula em célula, graças aos seus poros (intercelular), e facilita o total desenvolvimento de funções de várias delas.
Nas plantas estabelece-se frequentemente o sistema de transporte à distância: o sistema intercelular, que atravessa toda a planta, permite a condução dos gases (dióxido de carbono, oxigénio e vapor de água) apenas por difusão, sem participação ativa da planta. As vias de condução (tecidos condutores e feixes condutores) facilitam o transporte da água. As forças de transporte produzem-se através da transpiração (perda de vapor de água) e da pressão radicular. As substâncias orgânicas (açúcares, lípidos, proteínas, alcaloides e hormonas) são transportadas através do parênquima dos feixes medulares e dos túbulos filtrantes vivos.
Nos animais, as reações metabólicas consumidoras de energia participam no transporte de substâncias. Nos animais inferiores pode, todavia, realizar-se por condução simples de célula para célula, mediante células migratórias, através de líquidos nas cavidades intercelulares, através de um sistema intestinal ramificado por todo o corpo. Nos amimais superiores realiza-se mediante um sistema vascular sanguíneo.

Como referenciar: transporte de substâncias in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-01 11:08:28]. Disponível na Internet: