Unix

O sistema operativo Unix foi desenvolvido na década de 1960 nos Laboratórios Bell, em cooperação com o MIT e a General Electric, por Ken Thompson e Dennis Ritchie. É um sistema operativo em tempo real, multi-utilizador, multi-tasking, orientado por comandos.

Originalmente, a Bell Labs estava a desenvolver um sistema operativo para um computador mainframe em construção na altura pela General Electric. No início dos anos 1970, a Bell Labs da AT&T começou a utilizar o sistema operativo que veio a ser conhecido como Unix em computadores fabricados por várias companhias. Nessa altura, apesar de a AT&T construir computadores para uso em comutação telefónica, aspetos legais do monopólio da empresa não permitiam a venda de computadores para fora desta.
Da mesma forma, a AT&T não podia distribuir comercialmente o sistema operativo Unix mas utilizava o sistema internamente nos seus computadores e disponibilizou-o a universidades, organizações comerciais e governamentais mediante um custo nominal. Como a AT&T disponibilizou o código-fonte do sistema operativo a essas instituições, o Unix podia ser adaptado para os requisitos individuais das várias instituições.

Esta forma de distribuição originou o desenvolvimento de várias variantes do sistema operativo Unix o que originou problemas a programadores que pretendiam escrever aplicações para diferentes tipos de computadores a correr este sistema operativo.

Numa tentativa de encorajar a standartização, a AT&T vendeu o sistema operativo que, após uma série de proprietários diferentes viria a fixar-se na Santa Curse Operating Systems.

Muitas das características de outros sistemas operativos foram herdadas ao Unix como por exemplo, o sistema hierárquico de ficheiros que se encontra no DOS.

Atualmente é utilizado amplamente para aplicações de rede, sistemas de gestão de bases de dados, servidores, etc.
Como referenciar: Unix in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-13 16:46:13]. Disponível na Internet: