Vaticano

Geografia
O Estado da cidade do Vaticano é a sede da Igreja Católica romana e situa-se na margem ocidental do rio Tibre, no centro ocidental de Roma. Em 2006 contava com cerca de 932 habitantes.

Arte e Cultura A cidade é rodeada por muralhas medievais e renascentistas, com exceção da parte sudeste, onde se localiza a Praça de S. Pedro. Das seis entradas, só três, a Praça do Arco dos Sinos, a fachada da Basílica de S. Pedro e a entrada para os museus do Vaticano, estão abertas ao público. Por detrás das muralhas, existe a nação-miniatura que tem uma área de 0, 44 km2. O edifício mais imponente é a Basílica de S. Pedro, construída durante o século IV e reconstruída no século XVI, considerada a Sé dos 700 milhões de católicos de todo o mundo.
A vida cultural declinou muito desde a Renascença, altura em que os papas eram os patronos das artes italianas. Os museus do Vaticano contêm os frescos de Michelangelo Buonarroti na Capela Sistina, uma das maiores atrações turísticas da cidade. A Biblioteca inclui uma coleção valiosíssima de manuscritos das eras pré-cristã e cristã. O Palácio do Vaticano é um dos maiores do mundo e contém valiosas coleções de obras de arte.

História
A autoridade é exercida pelo Papa, que é eleito pelos cardeais como chefe da Igreja. O Papa é soberano, tem poder legislativo, executivo e judicial no interior da cidade e escolhe a comissão pontifical. Os papas habitam este espaço desde o século V, com exceção do período entre 1309 e 1378, em que o papado esteve instalado em Avinhão. Passaram a deter grande poder político depois da Fundação do Sacro Império Romano-Germânico, em 800 d. C., quando o Vaticano possuía a Itália Central e do Norte. Muito mais tarde, quando a Itália foi unificada em 1860-70, os territórios da Igreja foram integrados na nova nação. Os papas que se recusaram a reconhecer esta nova situação consideraram-se prisioneiros do Vaticano. Em 1929, o governo fascista de Mussolini negociou com a Igreja o Tratado de Latrão segundo o qual reconhecia a independência do Vaticano em troca do reconhecimento pelo papado do Reino de Itália, governado pela Casa de Saboia.
O Vaticano tem o seu próprio sistema de comunicações, possuindo telefone, correio, rádio, bancos,assim como um "corpo de guarda" de mais de 100 guardas suíços próprios. Tem, no entanto, de importar comida, água, eletricidade e gás. L'Osservatore Romano é o jornal do Vaticano.
É uma área classificada como Património Mundial pela UNESCO.
Como referenciar: Vaticano in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 11:22:42]. Disponível na Internet: